Páginas

.

DE VOLTA ÀS AULAS 2013

Muito obrigado por ter-se juntado a esta causa :)

GIL SEMEDO VISITA ALDEIAS INFANTIS SOS EM CABO VERDE

Primeiro encontro com as crianças!!!

MÃE ACOMPANHADA DOS FILHOS EM SÃO VICENTE

Participamos no desenvolvimento das comunidades fortalecendo famílias empobrecidas.

MOMENTOS FAZEM FAMÍLIA

Mãe SOS acompanhada da filha na Aldeia Infantil SOS Assomada.

SEJA MADRINHA OU PADRINHO SOS

Caro cidadão: você que é uma pessoa de bom coração aceite o nosso convite. Seja Madrinha ou Padrinho SOS.

Notícias

       Siga-nos através do Facebook       Programa Radiofónico Vozes SOS Online - 103.1 FM, sábado - 18 horas e Terça-Feira 10 horas (reposição)         Almoço convívio encerra curso de culinária em São Domingos         Alunos Luxemburgueses visitam Aldeia de São Domingos         Jardim Infantil SOS Assomada celebra Natal com pompa e cerimónias

16/04/2014

SISP oferece donativo às Aldeias Infantis SOS Cabo Verde

A SISP – Sociedade Interbancária de Sistema de Pagamentos ofereceu na tarde do dia 11 de Abril um cheque no valor de 500 contos. 
Esse gesto enquadra no âmbito do compromisso social da empresa que desde 2008 decidiu dedicar uma parte do seu benefício as instituições de cariz social. Este ano as instituições contempladas foram as Aldeias Infantis SOS Cabo Verde e a Associação Cabo-verdiana de Luta contra o Cancro. 
Para o Presidente do Conselho da Administração da SISP, Sr. Vasco Marta – pensámos continuar com gestos do tipo e poder ajudar mais instituições de cariz social na nossa sociedade, que apesar da crise financeira o nosso negócio (SISP) vai bem. 
Para a Presidente da Fundação das Aldeias Infantis SOS Cabo Verde, Sra. Luísa Lobo – agradecemos este gesto nobre e garantimos que será bem entregue. Situações de crianças abandonadas ou sem cuidados parentais tem aumentado todos os dias por isso cada um de nós devemos fazer a nossa parte. Por isso é louvável este gesto da SISP com as Aldeias Infantis SOS Cabo Verde. Desejamos-lhes sucessos e que tenham sempre em mente e no vosso plano de negócio associação de cariz social. 
De salientar que desde 2008 várias foram as instituições de cariz social que beneficiaram deste gesto nobre da SISP, entre as quais: Hospital Agostinho Neto na Praia, Hospital Baptista de Sousa em São Vicente, Acarinhar, Hospital da Ribeira Grande em Santo Antão, etc.





04/04/2014

Directora Geral da Unitel Tmais visita Aldeias Infantis SOS Cabo Verde

A Directora Geral da Unitel T+, Sra. Paula Carioca Carvalho e a Advogada Ana Lima Barber visitaram na manhã do dia 02 de Abril os projectos SOS na ilha de Santiago. O objectivo desta visita foi conhecer de perto todo trabalho desenvolvido por esta Organização no nosso país. A visita iniciou-se no Centro de Intervenção Comunitária de Kelém e Fonton em que os visitantes puderam ouvir uma breve apresentação do funcionamento do centro, acompanhado de uma visita guiada do centro. de segui a comitiva rumou-se para a Direcção Nacional, sito em São Filipe onde foi recebido pelo Director Nacional, Sr. Dionísio Pereira e o seu staff. puderam visitar o departamento dos Recursos Humanos e desenvolvimento organizacional, o departamento de Fundos e Comunicação e o de Desenvolvimentos de Programas. continuando a visita puderam visitar ainda a Aldeia Infantil SOS São Domingos, o Centro de Intervenção Comunitária de Rincão (CICR) e a Aldeia Infantil SOS de Assomada. em Rincão tiveram oportunidade de ouvirem na primeira pessoa os resultados que o CICR trouxe para aquela localidade, ouvindo as histórias das Sras.  Maria Rosa e de Georgina Horta Gonçalves beneficiárias deste centro, e que com a formação em AGR conseguiram mudar a sua vida por completo. A visita terminou com um almoço conjunto com a família SOS 

Aldeias Infantis SOS Cabo Verde marcha para comemorar os seus 30 anos

No sábado, dia 29 de Março as Aldeias Infantis SOS Cabo Verde organizou uma caminhada Assomada - Ribeirão Chiqueiro, no âmbito das actividades comemorativas dos seus 30 anos de existência em Cabo Verde. Participaram nesta caminhada crianças e jovens de todos os 4 CICs da Praia (Kelém, Fonton, Ribeirão Chiqueiro e Rincão), crianças, jovens mães, tias e funcionários das 2 Aldeias Infantis SOS (Assomada e Ribeirão Chiqueiro) e pessoas singulares da nossa sociedade. durante o trajecto a segurança foi garantida pelo Comando Regional da Policia Nacional de Santa Catarina de Santiago, e ao longo do percurso foram distribuídos autocolantes, feito pintura de rochas e murais com logo e slogan alusivos as 30 anos de existência das Aldeias Infantis  SOS em Cabo Verde.

18/03/2014

Abertura da exposição "30 Anos SOS em Cabo Verde

As Aldeias Infantis SOS Cabo Verde inaugurou na tarde de 14 de Março, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Praia uma exposição fotográfica digital que retracta os seus 30 anos de trabalho em Cabo Verde. 
Foi também lançado o concurso literário (nos géneros: conto e poesia) destinado aos beneficiários.
No evento ainda foi apresentado 2 revistas propriedades das Aldeias Infantis SOS: (1) Feitos e Factos ilustrando, resumidamente, as acções desenvolvidas durante o ano 2013, com enfoque nos cuidados básicos – aspecto central do trabalho da organização; (2) Especial Jovens retractando uma vintena de casos de sucessos de jovens, outrora crianças SOS e actualmente com famílias constituídas e contribuindo para o desenvolvimento das suas comunidades.

Primeira-dama do Senegal visita Aldeia Infantil SOS São Domingos

Na tarde do dia 06 de Março a Primeira-dama do Senegal, Mariene Faye e sua homóloga cabo-verdiana, Lígia Fonseca visitaram a Aldeia Infantil SOS São Domingos, com objectivo de conhecer in loco o trabalho desenvolvido por esta Organização, no nosso país.
As duas primeiras-damas e comitivas foram recebidas pelas crianças da Aldeia que abrilhantaram o acto cantando uma belíssima música, logo de seguida a Director da Aldeia, Fernando Pinto fez um breve resumo do trabalho da SOS em Cabo Verde, passando por apresentação dos dados estatísticos, as datas comemorativas e alguns casos de sucessos. De seguida a comitiva rumou-se a casa familiar nº 7, Casa de Senegal, onde a comitiva liderada pelas duas Primeiras-damas tiveram oportunidades de conhecerem a realidade vivida na Aldeia, conversando com a Mãe e com os crianças residentes.
No final da visita Mariene Faye avançou que irá reunir com a sua homóloga e poderão ver que áreas poderá ser pertinente o seu apoio.

Director da Aldeia SOS de Assomada pede apoio do Governo para mobilização de água

O Director da Aldeia Infantil SOS de Assomada, José Rito Teixeira aproveitou na manhã do dia 26 de Fevereiro na visita da ministra do Desenvolvimento Rural, Eva Ortet, para pedir apoio para a construção de uma cisterna que permite-lhes armazenar a água das chuvas. Segundo explicou, uma cisterna é uma forma de aproveitar a água da chuva, reduzir os custos com a aquisição de água para a agricultura, uma vez que na Aldeia há muitos espaços para agricultura. Informou que em 2011 elaboraram um projecto no valor de cerca de 3 mil contos para a construção de uma cisterna com capacidade de armazenar 209 toneladas de água, mas não conseguiram nenhuma parceria. Ainda nesta senda, este responsável pede que o ministério apoie os jovens, e as famílias de Rincão, com acções de formação com aposta na agricultura, pecuária e na mobilização de água. “Capacitação e formação que inclui não só os jovens da aldeia, mas também os de Rincão de modo a prepara-los para enfrentar o mercado de trabalho, quando saírem da aldeia e também para as famílias de Rincão poderem ter um auto-sustento”, disse. Por sua vez, a ministra Eva Ortet depois de constatar in loco o trabalho da Aldeia SOS a nível da protecção das crianças e na prevenção, disse que estão dispostos a colaborar. “Foi interessante no sentido de saber que a Aldeia SOS está preocupada e quer voltar para a agricultura, sobretudo para os jovens que estão em idade de formação profissional para que possam ter uma ferramenta para quando saírem do centro terem alguma profissão onde pegar”, sublinhou. Eva Ortet disse ainda que o seu ministério está disposto a fazer uma parceria com esta Organização Não-Governamental, para poderem levar a esses jovens a importância da agricultura e ainda apoiar a Aldeia, com a possibilidade de terem a sua própria produção para auto-sustentar.

Cássio Ribeiro oferece equipamentos de futebol as crianças da Aldeia Infantil SOS São Domingos

A presidente da Fundação das Aldeias Infantis SOS Cabo Verde, Sra. Luísa Lobo fez-se acompanhar de Cássio Ribeiro a uma visita á Aldeia Infantil SOS São Domingos, na manhã do dia 19 de Fevereiro.
Cássio Ribeiro é um emigrante nos Estados Unidos de América e teve conhecimento do trabalho que está instituição tem prestado na nossa sociedade fez questão de ir conhecer de perto a dia-a-dia da Aldeia e levou junto equipamentos desportivos, bola e ofereceu as crianças e jovens do lar juvenil. De regresso aos EUA, já prometeu angariar padrinhos para nos continuar a ajudar mesmo de longe.

SOS Cabo Verde apresenta programa de comemoração dos seus 30 anos

As Aldeias Infantis SOS Cabo Verde completam este ano (2014) 30 anos de sua existência. Neste sentido apresentou na tarde do dia 17 de Janeiro no Auditório da Caixa Económica de Cabo Verde o seu programa de comemoração desta efeméride.
O acto contou com a presença de crianças e jovens, Mães &Tias SOS, a Madrinha de Honra das Aldeias Infantis SOS e Primeira-dama de Cabo Verde, Sra. Lígia Fonseca, parceiros padrinhos e demais personalidades da nossa sociedade.
As crianças do grupo coral da Aldeia Infantil SOS São Domingos receberão os convidados com duas canções, uma delas alusivas aos 30 anos. De seguida o Director Nacional deu a conhecer aos presentes o programa detalhado das comemorações dos 30 anos da SOS em Cabo Verde. Ainda no mesmo dia foi dado a conhecer ao público o novo site organizacional:www.soscaboverde.org.cv



27/12/2013

Jardim Infantil SOS celebra Natal com pompa e cerimónias

É Natal e as crianças do Jardim Infantil SOS Assomada celebravam com pompa e cerimónias [momento da comunhão] em que a solidariedade fala mais alto. Grupos de dezenas de crianças reunidos enviavam os votos ao Pai Natal na certeza de que vão ser retribuídos com presentes. 

Imagens alusivas ao dia e árvores de Natal enfeitavam as salas de aulas e os "pikinotis" cantavam músicas como "jingle bells", soando o eco da época natalina que se aproxima, afinal não é todos os dias que se celebra e comemora o Natal.

Um bem-haja às flores da revolução.